sábado, 11 de março de 2017

[161] Resenha: Simplesmente o Paraíso | Julia Quinn


Título: Simplesmente o Paraíso
Série: Quarteto Smythe-Smith (Livro 1)
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Saiba mais: Skoob
Sinopse: Honoria Smythe-Smith sabe que, para ser uma violinista ruim, ainda precisa melhorar muito… Mesmo assim, nunca deixaria de se apresentar no concerto anual das Smythe-Smiths. Ela adora ensaiar com as três primas para manter essa tradição que já dura quase duas décadas entre as jovens solteiras da família. Além disso, de nada adiantaria se lamentar, então Honoria coloca um sorriso no rosto e se exibe no recital mais desafinado da Inglaterra, na esperança de que algum belo cavalheiro na plateia esteja em busca de uma esposa, não de uma musicista.
Marcus Holroyd foi encarregado de uma missão… Porém não se sente tão confortável com a tarefa. Ao deixar o país, seu melhor amigo, Daniel, o fez prometer que vigiaria sua irmã Honoria, impedindo que a moça se casasse com pretendentes inadequados. O problema é que ninguém lhe parece bom o bastante para ela. Aos olhos de Marcus, um marido para Honoria precisaria conhecê-la bem (de preferência, desde a infância, como ele), saber do que ela gosta (doces de todo tipo) e o que a aflige (como a tristeza pelo exílio de Daniel, que ele também sente). Será que o homem ideal para Honoria é justamente o que sempre esteve ao seu lado afastando todo e qualquer pretendente?

Honoria Smythe-Smith não chega a ser uma violinista ruim, ela é pior do que isso. Contudo, ela jamais deixaria de se apresentar com suas outras três primas no tradicional musical anual da família, onde as jovens Smythe-Smith solteiras se apresentam para a sociedade, afinal todas as integrantes carecem tanto de talento musical quanto ela, ou mais. Então, só lhe resta continuar com a tradição e torcer para encontrar um marido rapidamente, para assim passar o fardo de tocar no quarteto para outra de suas primas, porém esta tarefa tem se mostrado bem difícil, apesar de seus esforços.

"O recital anual das Smythe-Smiths nunca era um bom momento para conhecer um cavalheiro, a menos que ele fosse surdo.”

Marcus Holroyd teve uma vida difícil desde sua infância, perdeu sua mãe muito cedo e seu pai sempre foi muito distante. Contudo, um dia seu pai decide lhe enviar para uma escola para meninos, onde ele conheceu e se tornou amigo de Daniel Smythe-Smith, irmão mais velho de Honoria. Com o passar dos anos, eles se tornaram grandes amigos e Marcus sempre passava as férias do colégio na casa da família Smythe-Smith, com isso ele se tornou muito próximo dos outros membros da família, inclusive de Honoria, já que ela estava sempre perseguindo os meninos para onde iam, mesmo contra a vontade deles.

Agora Marcus é o Conde de Chatteris, título que herdou do pai, e ele passa os seus dias em sua propriedade no campo, se retirando apenas para cumprir a missão lhe dada pelo seus melhor amigo Daniel: impedir que Honoria, que ele considera como uma irmã, se case com um cavaleiro inadequado, mas para Marcus nenhum cavaleiro parece ser bom o suficiente para ela. Conforme a data do musical se aproxima, os dois começam a perceber que aquilo que sentem um pelo outro é muito mais forte do que o amor entre irmãos.

"— Eu estava pensando que este momento é simplesmente o paraíso.
Ele ficou em silencio por um instante, depois sussurrou, tão baixo que Honoria não teve certeza se ouvira direito:
— O paraíso não poderia se comparar a esse momento."

Eu sou um grande amante dos romances de época, mas até recentemente eu nunca tinha lido nenhuma obra da Julia Quinn, que é considerada por muitos a rainha desse gênero. Eu confesso que tinha um pouco de medo em pegar a série dos Bridgertons para ler, pois é bem grande, então quando soube que essa série de quatro livros ia sair aqui no Brasil toda de uma vez, corri para ler assim que pude e me apaixonei.

Julia tem uma escrita muito gostosa de ler, é muito agradável acompanhar o decorrer da narrativa e às vezes eu não conseguia para de ler de tão bom. Os diálogos são sem dúvida o ponto forte de todo o livro, a química entre Honoria e Marcus é muito visível e as cenas em que os dois estão juntos sempre são carregadas de muito sentimento, em contra-partida, as cenas de Honoria junto com suas outras primas que compõem o quarteto são extremamente divertidas, com diálogos bem escritos e humorados, o que me deixou louco para ler o livro de cada uma delas.

“Ele se apoiou nos cotovelos, tentando tirar o máximo de peso de cima dela, e olhou para baixo. Disse a si mesmo que era para ver se Honoria estava bem. Iria lhe perguntar isso assim que recuperasse o fôlego. Mas, quando a encarou, seus lábios estavam entreabertos, os olhos com uma expressão atordoada. E Marcus fez o que qualquer cavalheiro instintivamente faria: baixou a cabeça para beijá-la.”

Honoria é uma personagem que me gradou muito, ela é muito pé no chão e determinada, ela ama sua família e faz de tudo para manter a tradição deles viva, pois apesar de saber que os concertos da família são péssimos, ela continua tocando e com um sorriso no rosto, pois ama participar daquele momento tão importante. Já Marcus é um personagem muito discreto e recluso, com uma história de vida um pouco difícil, mas que se transforma totalmente na presença de Honoria, que o faz se sentir ele mesmo, sem barreiras. Eu sei que o clichê de casal que se conhece desde a infância, mas não sabe que se ama é bem comum, mas a Julia Quinn trabalha o romance entre eles de uma forma maravilhosa e, assim como todo o livro, gostoso de acompanhar.

Também gostei bastante a forma como a autora trabalhou o fato dos musicais da família serem horríveis, mas a família adorarem assisti-los e acharem eles impecáveis, além dos demais nobres não comentarem o quanto eles são péssimos e continuarem aparecendo todos os anos para assisti-los. Esse fato rende ótimas cenas e momentos bem divertidos. 

Simplesmente o Paraíso é mais um romance de época bem escrito, agradável e com aquele toque de humor que sempre me ganha. Estou louco para continuar a série, cujo segundo livro já estou lendo. Então se você gosta de romances de época, largue o que estiver fazendo e corre para ler esta série, não vai se arrepender.





11 comentários:

  1. Oiii tudo bem??

    Ainda não li Julia Quinn, e sua resenha me deu gás maior para começar.
    Fico feliz que no 1 livro que leu dela já tenha gostado assim, espero que aconteça o mesmo comigo.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  2. Hey!

    Devo confessar que não sou fã da Julia Quinn, a resenha me pareceu muito boa, mas não é meu estilo de leitura.

    Bjos.
    https://fonteliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Primeiramente, amei a sua resenha! Então, eu nunca li um livro da Julia Quinn, sempre me mandam ler mas eu ainda não criei vergonha na cara. A sua resenha só atiçou essa vontade. Espero me apaixonar igual a você. ♥
    Um beijo, RE
    http://romanceerotic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Já li metade da primeira série da Julia Quinn que foi publicada por aqui e me apaixonei pelo seu trabalho, por isso estou louca pra ler o primeiro volume dessa nova série, ainda mais por se passar no mesmo universo da série anterior. O momento dos recitais é um dos que mais tenho vontade de ler, justamente pelas cenas divertidas que eu achei que renderiam. Pela sua resenha o livro vale mesmo a pena.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Olá, da semana passada para cá, é décima resenha que leio sobre esse livro e sempre são resenhas positivas, como não leio muito romances de época, me baseio nelas para ler, e digo que preciso urgentemente desse livros e dos outros e principalmente esse box dessa série é maravilhoso. Bjkas.

    ResponderExcluir
  7. Oiee José ^^
    Aaah, esse livro ~suspiros~ ♥ Julia Quinn não cansa de derreter o coração da gente, né? Dizer que ela é a rainha dos romances de época é pouco! Não entendo como consigo me apaixonar pela escrita dela em todos os livros que eu leio (e olha que já li dos Bridgertons todos!), e pelos personagens então... Eu tô doida para ler o segundo livro, QUE EU AINDA NÃO TENHO, por sinal :/ faz inveja mesmo :'( haha'
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?
    Eu não conhecia a obra, mas tenho visto em alguns blogs comentários bem positivos sobre essa nova série da autora, eu não me simpatizei com a escrita dela, acabei doando toda a minha coleção, mas fiquei curiosa com essa série, e acho que vou dar mais uma chance, e o box está simplesmente lindo né?!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Confesso que não li nada da autora, mas sua resenha me deu aquele ânimo para conhecer suas obras. Agora estou naquela vibe de romance histórico e vou dar uma chance pra seus livros. Sair dessa bad de livros de terror e encarar uma leitura mais leve.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li nada da autora e gostei dessa série de quatro livros como você.
    Já li uma resenha desse livro e gostei bastante. Sua resenha também está muito boa.

    ResponderExcluir
  11. Oie,
    Do ano passado pra cá me apaixonei por livros de romance de época, gosto muito de ler e de aprender palavras novas,isso me atrai muito. Quero muito ler um livro da Julia Quinn, vi fotos de quando ela estava aqui dando autografo e ela me pareceu bem simpática e engraçada com as fãs. Já gostei do livro, acho que sou uma amante de clichê, me desculpa mundo mais eu gosto e muito sabe esse negocio fofinho.

    Beijinhos. Adorei a resenha ^^

    ResponderExcluir